Futebol

Corinthians tenta evitar pior início do ataque no Brasileirão desde 2003

– Foto: Rodrigo Coca/Dependência Corinthians

Sistema ofensivo do Corinthians não enfrenta bom momento neste início de Campeonato Brasílico

Ao passar em branco nas duas primeiras rodadas do Campeonato Brasílico, o Corinthians tenta evitar uma estatística negativa em sua história.
Finalmente, caso não estufe a rede do Red Bull Bragantino neste sábado (20), às 18h30 (de Brasília), no Nabi Abi Chedid, o Timão chegará ao pior início do ataque no Brasileirão desde 2003, na era dos pontos corridos.

Sendo assim, o ataque do Timão não balançou as redes no empate com o Atlético-MG e na rota para o Juventude. No entanto, a equipe paulista não passou as três primeiras rodadas sem marcar gols. Nos anos de 2009 e 2012, o Timão passou em branco nas duas primeiras rodadas, mas conseguiu marcar na terceira partida.

“Temos que melhorar, descobrir um jeito de produzir e fazer os gols, tentar ser mais efetivo. Depende de todo mundo. Depois de uma rota, não foi um jogo bom, temos que pontuar, lucrar para transpor dessa situação e responder a essa rota”, disse Cássio, em entrevista depois a rota para o Juventude.

Momento do setor ofensivo na temporada

Na temporada, até cá, o Corinthians fez 27 gols em 19 partidas, sendo 17 deles marcados pela dupla Romero e Yuri Alberto, artilheiros do clube no ano com nove e oito gols, respectivamente. Outrossim, Wesley, que completa o trio de ataque, marcou duas vezes.

A equipe não marcou gols em sete das 19 partidas na temporada, sendo cinco deles no Campeonato Paulista. No Estadual, aliás, o Timão foi eliminado de forma precoce, ainda na primeira temporada.

Diante de Atlético-MG e Juventude, foram 27 finalizações, sendo unicamente quatro deles no mira. No duelo com o Galo, aliás, o time teve 50% de posse de esfera e 57% contra o Juventude.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: Twitter, Instagram e Facebook
.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios