Futebol

mudanças, novas modalidades e preparação de Paris

Foto: EMMANUEL DUNAND/AFP via Getty Images

100 dias para Olimpíadas: mudanças, novas modalidades e preparação de Paris

Em ritmo de descrição regressiva, nesta terça-feira, faltam exatamente 100 dias para o início dos Jogos Olímpicos de Paris 2024
. A Olimpíada terá início no dia 26 de julho e vai até 11 de agosto. Desta maneira, o ENM
elaborou todas as informações sobre a preparação da cidade-sede que adequa os últimos detalhes para receber uma das maiores competições do planeta.

Ao todo, as Olimpíadas de Paris
terão 48 modalidades e 32 esportes. Em relação a Tóquio 2020, as novidades serão o breaking dance e a canoagem slalom extremo.

Veja todas as 48 modalidades que estarão nas Olimpíadas de Paris

  • aquáticos (natação competitiva, artística, maratona aquática, saltos ornamentais e polo aquático);
  • tiro com roda;
  • atletismo;
  • badminton;
  • basquete e basquete 3×3;
  • boxe;
  • breaking;
  • canoagem de velocidade e slalom;
  • ciclismo (BMX freestyle, BMX Racing, de estrada e de pista);
  • hipismo (domesticação, salto e concurso completo);
  • esgrima;
  • futebol;
  • golfe;
  • ginástica artística, rítmica e de trampolim;
  • handebol;
  • hóquei;
  • judô;
  • pentatlo moderno;
  • remo;
  • rugby e rugby sevens;
  • vela;
  • tiro esportivo;
  • skate;
  • escalada esportiva;
  • surfe;
  • tênis;
  • tênis de mesa;
  • taekwondo;
  • triatlo;
  • vôlei de quadra e de praia;
  • levantamento de peso;
  • luta greco-romana e estilo livre

As novas modalidades

O breaking tem origem na cultura do hip hop americano. Nele, o DJ escolhe uma música e os atletas, no improviso, se enfrentam na tentativa de fabricar uma espécie de coreografia em cima da batida. As disputas são sempre individuais e, a cada música, o competidor tem 60 segundos para executar seus movimentos. Essa modalidade será divida em feminina e masculina. Ao todo, serão 16 dançarinos.

Do outro lado, a canoagem slalom extremo consiste em quatro barcos que competem num trajeto aquático para tentar concluir o trajectória primeiro.

Mudanças

Além das novas modalidades, os Jogos de Paris também terão mudanças em relação à escalada esportiva, que contará com medalhas para os gêneros boulder e lead e de velocidade.

Existe a possibilidade também que aconteçam algumas competições mistas, uma vez que na modalidade de marcha atlética de 35 km do atletismo e tiro com roda.

A última mudança é referente à competição de pentatlo que terá 90 minutos de trajectória e uma série de rodadas de esgrima, natação, hipismo, tiro e corrida. Também tem 15 minutos de duração cada um dos esportes, com intervalos de 5 minutos.

Premiação por medalhas

A Federação Internacional de Atletismo anunciou, de forma inédita, uma premiação de 50 milénio dólares (aproximadamente R$ 250 milénio) para cada medalhista de ouro.

Os brasileiros que conquistarem medalhas nas Olimpíadas também não saem de mãos abanando. O Comitê Olímpico Brasílico (COB) distribuirá R$ 140 milénio para quem levar o bronze, R$ 210 milénio para os detentores da prata e, para quem invadir o ouro, a organização pagará R$ 350 milénio. 

Em esportes disputados em grupos de duas até seis pessoas, o valor pode chegar em R$ 700 milénio. No caso de modalidades coletivas que contam com um número superior de atletas, o valor repartido é de R$ 1,05 milhão.

Paris mais verdejante

A cidade de Paris também desejou uma cidade “mais verdejante”, uma vez que um processo de conscientização da população também. Desde a limpeza do rio Sena até a construção de uma ciclovia, passando pela ativação de uma traço de transporte e proibição do tráfico não importante na cidade, o coração da capital francesa também passou por uma requalificação de seu meio histórico.

O “Projecto de Natação” visa transformar o Sena em um sítio para eventos aquáticos olímpicos. A cidade pretende implementar novos tubos subterrâneos, tanques e bombas projetados para limpar o rio de bactérias nocivas. Embora o rio não esteja cândido ao público há mais de um século, a cidade planeja mudar isso para os jogos.

A capital francesa está perto de inaugurar 55 km de novas ciclovias que ligam os locais olímpicos em Paris aos do nordeste do país. O projecto prevê que os visitantes poderão pedalar por todo o meio da cidade e chegar a todos os locais esportivos olímpicos. Aliás, instalação de uma novidade traço de transporte público que ligará o leste ao oeste da cidade.

Por termo, para reduzir o uso de carros, a prefeita Hildago anunciou que a capital francesa vai proibir o “tráfico não importante” em seu meio urbano. Os motoristas que usam “atalhos” pela cidade serão obrigados a desviar em vez de passar pela “Zona de Paris”, o que evitaria congestionamentos.

Poluição do rio Sena preocupa

Apesar do projeto de “Paris Mais Virente”, a poluição do Rio Sena preocupa o Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos. As chuvas dos últimos dias teriam piorado ainda mais a situação. Segundo o The Guardian, o presidente do Comitê, Tony Estanguet, chegou a confirmar que o cancelamento das provas está previsto no regulamento. Mas não acredita que será necessário.

Uma decisão final uma vez que esta transformaria o triatlo em biatlo, já que só teria as provas de corrida e ciclismo, e impediria a realização da maratona aquática.

Terrorismo pode mudar sítio de rombo

Na última segunda-feira, o presidente da França, Emmanuel Macron, afirmou que o país tem planos de transferir a cerimônia de rombo das Olimpíadas em caso de terrorismo
. Macron disse que está esperançoso, apesar das preocupações em meio ao risco de terrorismo. Originalmente, o evento será realizado no Rio Sena. Segundo Macron, caso hajam ameaças terroristas, a celebração será deslocada para o Trocadéro ou para o Stade de France.

O presidente francesismo não descarta a possibilidade de a Rússia tentar combater o país durante os Jogos. Há duas semanas, o presidente também pediu um cessar-fogo ao país durante o evento esportivo.

A Cerimônia de Franqueza é projetada próximo ao Rio Sena, além de usar a luz oriundo do sol poente com todas as suas nuances para iluminar a jornada fluvial. A teoria é oferecer um espetáculo rememorável, tanto de dia quanto de noite, para todos os espectadores e telespectadores, em simetria com a natureza e o envolvente extrínseco.

Onde serão realizadas as provas?

A escolha de Paris uma vez que cidade-sede da competição aconteceu em 2017, na 130ª Sessão do Comitê Olímpico Internacional, em Lima, no Peru. Paris foi selecionada pela terceira vez na história da realização dos Jogos, sendo anfitriã também em 1900 e 1924.

Uma vez que sempre, a cidade-sede das Olimpíadas nem sempre recebe todas as modalidades. Em 2024, as cidades de Bordeaux, Nantes, Lille, Lyon, Saint-Etienne, Nice e Marselha também receberão competições.

Mascote de Paris

As mascotes das Olimpíadas de 2024 são as Phryges, também chamadas de barretes ou gorros frígios. Elas são símbolos de liberdade ao volta do mundo. Esses objetos foram utilizados por escravizados libertos em diferentes momentos da história da humanidade.

Onde observar

A Olimpíada de Paris será transmitida tanto na televisão oportunidade quanto na TV à cabo. Na televisão oportunidade, a transmissão fica por conta da TV Mundo; já na televisão a cabo, ela será feita pelo SporTV.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios