Futebol

Equipes de vela oceânica prontas para desafio do Ubatuba Sailing Festival

Foto: Flávio Perez | On Board

[object Object]

O International Paint Ubatuba Sailing Festival, um evento tradicional na modalidade, organizado pelo Ubatuba Iate Clube e com o pedestal da ABVO – Associação Brasileira de Veleiros de Oceano, inicia nesta sexta-feira (29).

O evento é acessível a diversas classes, incluindo ORC, VPRS, BRA-RGS, BRA-RGS Clássicos, RGS Cruiser e Multicasco. Esta será a 15ª edição da competição USF. O UIC receberá os velejadores nesta quinta-feira (28) para o coquetel e as inscrições.

Equipes porquê as santistas Inaê Transbrasa e Phytoervas estão prontas para o evento.

Com previsão de vento fraco, Bayard Neto aposta no entrosamento da equipe e nas boas decisões táticas tomadas nos eventos citados supra. ”Vamos pra cima em mais um evento de ponta. A equipe evoluiu muito”.

O Phytoervas, que tem o co-patrocínio da Galapagos Capital, fez sua estreia na Despensa Mitsubishi, em Ilhabela (SP) no início do mês. Na oportunidade, Robert Scheidt foi o comandante em um término de semana, e Fábio Bodra, no outro.

”Saudades de velejar, saudades de estar com o time e poder contribuir. Dias difíceis depois de um acidente de windsurf, uma lesão chata, duas cirurgias, recuperação lenta, enfim um trabalho de paciência. Ainda longe de estar restaurado, mas com a esperança de participar de algumas regatas em Ubatuba”, disse Marcelo Bellotti.

A primeira disputa está marcada para as 12h de sexta-feira (29), com a Regata Trajectória Marinha do Brasil Ilhota da Vitória por Boreste e Ilhota do Mar Virado por Boreste. O Troféu Fita-Azul Marinha do Brasil será facultado ao primeiro a chegar ao clube.

A previsão do tempo para o Feriado de Páscoa indica ventos de 3 a 7 nós nos três dias de regatas e temperatura entre 20 e 28 graus no litoral setentrião paulista.

”É um evento que a cada ano ganha notoriedade e importancia no calendário da vela oceânica brasileira, e que reúne as principais classes. É uma disputa muito difícil também, pois tradicionalmente no término de março e no início de abril em Ubatuba o vento é mais fraco. As tripulações estão empolgadas depois do que vimos na primeira lanço da Despensa Mitsubishi, no início do mês”, disse Bayard Neto, comodoro da ABVO.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios