Futebol

Kimmich decide e Bayern elimina Arsenal da Champions

Pedro Paulo Chagas

Kimmich decide e Bayern elimina Arsenal da Champions

O Bayern de Munique garantiu a vaga para as semifinais da Liga dos Campeões da Europa. Os Bávaros superaram o Arsenal, por 1×0, na Allianz Redondel, na Alemanha, e voltaram ao grupo dos quatro melhores times do continente, depois de quatro anos.

+
Siga o
Esporte News Mundo

no
Twitter

, Facebook

e
Instagram

.

Ajustes táticos e estabilidade marcam primeira lanço

O primeiro tempo foi bastante parelho. Mikel Arteta voltou a apostar num quarteto de resguardo mais conservador, com White, Saliba, Gabriel Magalhães e Tomiyasu para soltar seus pontas Saka e Martinelli. Para sofrear a tática, Thomas Tuchel resolveu ousar e colocou Kimmich de volta à lateral direita e armou uma vinco com Mazraoui e Raphael Guerreiro na esquerda.

Mesmo assim, o Arsenal conseguia encontrar espaços para assustar pelos lados, principalmente em descidas de Martinelli, que pararam em boas defesas de Neuer. As chegadas do Arsenal não impediram a repostas do Bayern. Os Bávaros levaram transe em boa jogada da dupla Mazraoui e Guerreiro, salva por Ben White. Logo na sequência, Musiala acertou um pontapé potente que parou em boa resguardo de Raya.

Os Gunners ainda tiveram a chance de terebrar o placar em finalização de Odegaard, que obrigou Neuer a tutorar em dois tempos; e ainda viram White aventurar da ingressão da dimensão, mas mandar a esfera por cima do gol.


+ COB monta megaoperação em sete países com equipamentos para as Olimpíadas
+ Na estreia do Ypiranga, Caio Mello espera iniciar Série C com o pé recta

Bayern volta melhor e Kimmich coloca Bávaros na semi

Logo no primeiro minuto do segundo tempo, o Bayern resolveu assustar. Goretzka subiu mais que os defensores do Arsenal e acertou a trave; a esfera ainda sobrou nos pés de Guerreiro que carimbou o poste novamente. Na sequência, o lance mais pitoresco da partida: o lateral Tomiyasu perdeu a lente de contato no gramado e o jogo precisou ser paralisado por alguns instantes.

Se a lente do nipónico já estava no lugar visível, o mesmo não deu para manifestar sobre Gabriel Magalhães que tentou trinchar um passe de Guerreiro para Harry Kane e quase mandou contra a própria meta. O zagueiro ainda veria Kimmich terebrar o placar para o Bayern no setor dele. Aos 17’, Raphael Guerreiro recuperou interceptação incorrecto de Sané e achou o Camisa 6 dentro da dimensão, que aproveitou a bobeira da resguardo para toscanejar para as redes, sem chances para Raya.

Com o gol do Bayern, o Arsenal decidiu ir para cima e entrou com Gabriel Jesus e Trossard nas vagas de Jorginho e Martinelli. Já o técnico Tuchel tirou o lateral Mazraoui e colocou o zagueiro Kim-Min-Jae improvisado no galeria esquerdo para impedir o abafa. Na base da pressão, os Gunners tentavam levar transe e quase empataram em pontapé de Odegaard, que foi defendido por Neuer, mas a arbitragem marcou tiro de meta no lance.

A jogada assustou o Bayern que se fechou mais ainda e tirou o ponta Sané para a ingressão de mais um zagueiro: desta vez, Upamecano. Mesmo com poucos jogadores na frente, os Bávaros quase ampliaram, mas Musiala chutou fraco nas mãos de Raya. Nos minutos finais, o Arsenal teve um escanteio a seu obséquio, mas Saka cobrou fraco e viu as chances de classificação ficarem pelo caminho, classificando o Bayern para as semifinais da Liga dos Campeões da Europa.



Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios