Futebol

Número de estrangeiros registrados no BID chega a 300

Foto: José Tramontin/athletico.com.br

Canobbio fez bela estreia na competição deste ano pelo Athletico-PR

O futebol brasílico registrou um recorde de 300 atletas estrangeiros inscritos no Boletim Informativo Quotidiano (BID). Esse número engloba todas as divisões do esporte no país, desde as categorias amadoras e de base até os campeonatos nacionais mais destacados. No Brasileirão, houve um aumento de 45,5%, passando de 101 para 147 jogadores registrados neste ano. Enquanto isso, na Série B, a presença de estrangeiros teve um incremento significativo de 181,25%, saltando de 16 para 45 jogadores de fora do país.

Os países com maior representação no Brasil incluem a Argentina, com 43 atletas, seguida pelo Uruguai (28), Colômbia (19) e Paraguai (13).

Atendendo a uma solicitação dos clubes, a CBF aumentou o limite de jogadores estrangeiros relacionados por equipe para uma partida na Série A do Campeonato Brasílico. Sendo assim, passou de sete para nove.

Cresce o número de artilheiros estrangeiros

Na primeira rodada do Brasileirão, oito estrangeiros marcaram gols. Sábado (13), o Fortaleza venceu o São Paulo por 2 a 1, com gols de Machuca e Lucero, ambos argentinos. No Maracanã, Thiago Borbas, do Uruguai, marcou o segundo gol do Red Bull Bragantino no empate em 2 a 2 contra o Fluminense.

Domingo (14), os uruguaios Canobbio e Mastriani, juntamente com o prateado Leo Gody, marcaram para o Athletico-PR na vitória por 4 a 0 sobre o Cuiabá. No confronto entre Flamengo e Atlético-GO, o uruguaio Nicolás de la Cruz fez um belo gol de falta para o Flamengo, que venceu por 2 a 1. No embate entre Vitória e Palmeiras, por término, o colombiano Richard Rios foi o responsável pelo gol da vitória do Palmeiras fora de lar, por 1 a 0.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: Twitter, Instagram e Facebook.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios