Futebol

António Oliveira considera ‘injusta’ derrota do Timão em Bragança

FOTO: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians

Técnico apontou erros no ataque porquê decisivos para revés

A roteiro do Corinthians para o Bragantino, neste sábado (20), pela terceira rodada do Brasileirão, foi considerada injusta pelo técnico António Oliveira. Apesar do resultado negativo, o português viu sua equipe dominar o jogo em alguns aspectos, porquê a posse de globo e o número de chutes a gol.

“Conseguimos retirar todas as hipóteses do contendedor transitar, dá para ver pela posse de globo e o número de finalização do contendedor. Mas vitórias morais não dão pontos. Acaba por ser um resultado injusto, mas pecamos pela falta de eficiência no último terço. Quando eu falo ‘falta de eficiência’, não é só de arremate, mas de mais refino nas nossas ações técnicas individuais. E nos últimos 30 metros, que põem termo em muitas das situações criadas pela equipe”, analisou o técnico, reforçando o domínio do Timão, principalmente no segundo tempo:

“O contendedor fez um arremate ao gol. Na segunda secção, o Cássio não fez uma mediação. Fez? Fez uma, logo. Nós alugamos, praticamente, o meio de campo. O contendedor abdicou, praticamente, do jogo. Colocou uma traço de cinco. Os dados, às vezes, interessam, outras vezes não tanto, mas nesse temos claramente um indicativo de que bloqueamos o contendedor”.

Depois a roteiro no Brasileirão, o Corinthians volta a campo já na próxima terça-feira, contra o Argentinos Juniors, pela Despensa Sul-Americana.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: Twitter, Instagram e Facebook
.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios