Futebol

Como o estilo de Zubeldía pode encaixar no São Paulo

Foto: Reprodução

Porquê o estilo de Zubeldía pode encaixar no São Paulo

Um dia depois de exonerar Thiago Carpini, o São Paulo está próximo de anunciar Luis Zubeldía porquê novo treinador. Vencedor da Despensa Sul-Americana de 2023 com a LDU, do equador, o prateado está sem clube desde o início do ano e havia sido cogitado no Tricolor anteriormente.

Segundo informações do jornalista Gabriel Sá, o consonância está selado com vínculo até o termo de 2025 e a oficialização deve ser divulgada nas próximas horas. Agora, o carrasco do Tricolor nas Sul-Americanas de 2020 e 2023 deve desembarcar no MorumBis.

No primeiro encontro com o São Paulo, Zubeldía defendia o Lanús na segunda tempo. Na última temporada, já pela LDU, passou nas quartas de final. Em ambas as ocasiões, eliminou o time brasiliano na capital paulista.

Estilo de jogo

Em seu último trabalho, o prateado teve o melhor desempenho de sua curso. Ao todo, foram 49 partidas, 29 vitórias, 15 empates e cinco derrotas. Nesse período, a LDU marcou 83 gols (1,7 por jogo) e sofreu exclusivamente 35 (0,7 por jogo).

Os bons números ofensivos e defensivos foram coroados com o título da Sula sobre o Fortaleza. Para depreender esses números, o prateado montou uma equipe de posse de esfera vertical, velocidade pelos lados e marcação pressão.

Luis Zubeldía (43 anos) no comando da LDU na temporada 2023:

2 títulos

pic.twitter.com/xa9S8d341P

— Sofascore Brazil (@SofascoreBR) April 19, 2024

Segundo estatísticas do Sofascore, a equipe campeã da última Sul-Americana trocava, em média, 18 passes até finalizar. Por outro lado, o São Paulo de Dorival Júnior passava a esfera tapume de 34 vezes até tentar um arremate.

Os dados explicitam o caráter “direto” do trabalho ofensivo de Zubeldia. Com a LDU, era geral a equipe fazer a esfera chegar às laterais com inversões e poucos passes para tentar jogadas agressivas com os pontas (Ibarra, Alvarado e Jhojan Julio na maioria das ocasiões). Também era geral o time buscar a utilização de um centroavante porquê pivô concentrado ou finalizador de jogadas – Paolo Guerrero foi o utilizado em muitas ocasiões.

Sem a posse, a LDU do prateado foi destaque pela pressão subida, muitas vezes com marcações individuais para tentar restaurar a esfera ainda no campo ofensivo. Em blocos mais baixos ou médios, a equipe costumava tutelar em com duas linhas de quatro mais detrás e dois primeiro.

Zubeldia, no entanto, já demonstrou uma variação pelo time de Quito. No Campeonato Equatoriano, competição da qual foi vencedor, a LDU mostrou uma faceta dissemelhante. Pela superioridade técnica em conferência à maioria dos adversários, muitas vezes trocou mais passes e seguiu com bastante volume de finalização.

Comparado aos últimos treinadores do São Paulo, Zubeldia tem características ofensivas parecidas com Thiago Carpini, muitas vezes criticado pela tática de buscar ligações diretas ou transições com poucos passes. Os times de Dorival Júnior, Rogério Ceni e Hernán Crespo se destacavam pela particularidade de buscar o ataque, mas com maior número de passes trocados.

Trajetória

Ex-jogador de curso interrompida precocemente por lesão no joelho, o prateado começou sua trajetória à borda do campo ainda muito jovem. Mesmo aos 43 anos, já conta com muitos trabalhos à borda do campo. Foram eles:

2008 a 2010 – Lanús
2011 a 2012 – Barcelona de Guayaquil
2012 a 2013 – Racing
2014 a 2015 – LDU de Quito
2016 – Santos Laguna
2017 – Independiente de Medellín
2017 – Alavés
2018 – Cerro Porteño
2018 a 2021 – Lanús
2022 a 2023 – LDU de Quito

‘Desafeto’ de Muricy

Cogitado no São Paulo no início do ano, Zubeldia acabou “irritando” Muricy Ramalho, coordenador técnico da equipe. Segundo o ídolo do Tricolor, o prateado dificultou as entrevistas de trabalho, o que findou o interesse na ocasião.

“Esse não entrevistamos, ele marcou, depois não queria conversar, foi muito rápido. Muita pose, [disse que] ‘pode ser daqui dois dias, daqui três dias’, e a gente louco no mercado para trazer um treinador…Você vai desculpar, cá é São Paulo, meu fruto. Não, ‘vou conversar com você amanhã’. Mas pelo menos conversar, não é admitir ou não, a gente queria saber porquê o faceta é. E a gente louco no mercado”, disse Muricy ao programa DominGol, da CNN.

pic.twitter.com/w6BG9ATzK4

— SPFC Info (@spfcinfoss) April 18, 2024



Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios