SAÚDE

10 alimentos que ajudam a fortalecer a imunidade

O zelo com a alimento ajuda a fortalecer a isenção e a prevenir doenças (Imagem: Foxys Forest Manufacture | Shutterstock)

10 provisões que ajudam a fortalecer a isenção

No outono, o corpo tende a permanecer mais suscetível a doenças respiratórias devido a uma série de fatores sazonais e ambientais. As mudanças de temperatura, a umidade relativa do ar e a presença de vírus sazonais são exclusivamente alguns dos elementos que contribuem para esse aumento na incidência de resfriados, gripes e outras infecções respiratórias. Por isso, nesta idade do ano, é crucial fortalecer o sistema imunológico para ajudar o corpo a enfrentar esses desafios.

Conforme a farmacêutica Paula Molari Abdo, o sistema imunológico é constituído por uma série de células que mantêm a resguardo do corpo, protegendo o organização contra doenças e infecções causadas por agentes externos uma vez que bactérias, vírus e parasitas. Quando a isenção está baixa, o corpo encontra dificuldade para se proteger, deixando o organização mais exposto às chamadas doenças oportunistas.

O zelo com a alimento se trata de uma das maneiras de ajudar a
fortalecer a isenção

e preparar o organização para enfrentar os desafios desta idade do ano. Por isso, a seguir, confira 10 provisões para aditar ao cardápio e melhorar o seu sistema imunológico!

1. Frutas cítricas (laranja, limão, tangerina)

Ricas em
vitamina C

, as frutas cítricas auxiliam na produção de glóbulos brancos, fundamentais para combater infecções e manter um sistema imunológico saudável. “A vitamina C atua diretamente nas nossas células de resguardo e ajuda a combater os microrganismos causadores de doenças, fortalecendo nossos anticorpos”, afirma a farmacêutica Luciana Rocha.

2. Alho

O alho contém compostos de súlfur que estimulam o sistema imunológico, auxiliando na prevenção de resfriados e gripes, além de possuir propriedades antibacterianas e antivirais. Ainda, segundo o nutrólogo Sandro Ferraz, esse é um maná que ajuda o fígado a ativar enzimas que podem expulsar toxinas.

3. Iogurte oriundo

O
consumo de iogurte

ajuda a reconstituir as bactérias benéficas da flora intestinal, chamadas probióticas. “Esses micro-organismos contribuem para fortalecer a isenção. O tripa saudável é capaz de separar o que não faz muito e sugar os principais micronutrientes, uma vez que as vitaminas”, esclarece a nutricionista Daniela de Araújo Medeiros.

4. Vegetais verde-escuros (espinafre e couve)

Rica nascente de antioxidantes, uma vez que a vitamina E, os vegetais verde-escuros ajudam a combater os radicais livres e fortalecem o sistema imunológico. Mariana Catta-Preta, nutricionista e doutora em Ciências, o espinafre, por exemplo, é uma rica nascente de antioxidantes e bioflavonoides. Indicado para ajudar a combater a anemia, devido ao tá texto de ferro, também possui muitas fibras e tá valor nutritivo.

5. Gengibre

O gengibre possui
propriedades anti-inflamatórias

e antioxidantes que auxiliam na redução da inflamação no corpo, além de possuir propriedades antivirais que podem ajudar na prevenção de infecções.

“Vários estudos científicos descreveram os compostos bioativos do gengibre; entre eles, o mais importante é o gingerol, cujas propriedades medicinais já foram comprovadas”, explica a nutróloga Dra. Marcella Garcez.

6. Cenoura

Rica em betacaroteno, convertido em vitamina A no organização, a cenoura fortalece as mucosas e as barreiras do corpo contra patógenos invasores. Ou por outra, a vitamina A é anti-inflamatória e possui a função de modular a isenção.

7. Oleaginosas (amêndoas, nozes e castanhas)

Conforme Mariana Catta-Preta, as
oleaginosas são ricas fontes em filamento

, cálcio, ferro, potássio, zinco, vitamina E, selênio e ácido fólico. Entre seus benefícios, estão o fortalecimento do sistema imunológico e a ação cicatrizante e antioxidante. Ou por outra, esses provisões também ajudam a reduzir o colesterol ruim (LDL) e aumentar o bom (HDL), controlar a pressão arterial e mitigar os sintomas da TPM. 

8. Carnes magras (frango e peixe)

Essas carnes são excelentes fontes de proteínas de subida qualidade, essenciais para a produção de anticorpos e para o funcionamento adequado das células do sistema imunológico. Ainda, as carnes magras são ricas em nutrientes uma vez que zinco, ferro e vitaminas do multíplice B, que desempenham papéis cruciais na manutenção da isenção.

9. Chá verdejante

Rico em antioxidantes, uma vez que catequinas, o
chá verdejante auxilia na prevenção

de danos celulares causados pelos radicais livres, fortalecendo assim o sistema imunológico.

“Um dos processos que pode aumentar a velocidade de envelhecimento é a oxidação das moléculas do organização. A bebida [chá verde] atua justamente nesse paisagem, protegendo contra os radicais livres”, explica Alex Botsaris, clínico-geral e perito em doenças infecciosas e membro do Programa Estadual de Vegetais Medicinais da Secretaria Estadual de Saúde do Rio de Janeiro (SES/RJ).

10. Cogumelos (shitake e cogumelo do sol)

Os cogumelos desempenham um papel crucial na promoção da isenção devido à sua riqueza em nutrientes e compostos bioativos. Eles contêm beta-glucanos, um tipo de filamento solúvel que tem demonstrado fortalecer o sistema imunológico, estimulando a produção de células imunes no corpo.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios