Futebol

Arbitragem é destaque na 1ª rodada do Brasileirão; os lances polêmicos

Foto: Reprodução

Arbitragem é destaque na 1ª rodada do Brasileirão

A 1ª rodada do Brasileirão 2024 ficou marcada por diversas polêmicas de arbitragem. Nos primeiros 10 jogos do campeonato, foram cinco expulsões, além de dois pênaltis marcados e três anulados (isso sem descrever as penalidades e gols não marcados). As partidas entre Atlético-GO x Flamengo, Corinthians x Atlético-MG e Vasco x Grêmio foram os que tiveram o maior número de polêmicas. O duelo entre o Cruzmaltino e o Tricolor gaúcho também marcou uma novidade: o pregão do perito, em microfone para todo o estádio, da decisão posteriormente estudo de vídeo.
Confira inferior todas as polêmicas:

Atlético-GO 1 x 2 Flamengo
Louvado: André Luiz Skettino Policarpo Bento
Louvado de Vídeo: Wagner Reway

Aos 14 minutos, o técnico do Atlético Goianiense, Jair Ventura, foi expulso por reclamação. O cartão vermelho logo no início do jogo chamou a atenção até mesmo do técnico Tite, do Flamengo, que se posicionou contra a decisão da arbitragem ainda à beirada do campo;Aos 36 minutos, em dividida com Ayrton Lucas, o desportista Alejo Cruz levantou o pé e atingiu o corpo do competidor. O meia do Atlético-GO recebeu cartão amarelo em lance não revisado pelo vídeo;Nos acréscimos do primeiro tempo, Alix Vinicius foi expulso com cartão vermelho direto por falta em Pedro. Além da expulsão, a falta clara resultou em gol de Nico de La Cruz;Aos 22 minutos da lanço final, Luiz Felipe foi atrapalhar a saída de esfera do goleiro Rossi. O zagueiro Léo Pereira viu e trombou com o competidor. A arbitragem assinalou pênalti, que acabou sendo esperdiçado por Shaylon;Nos acréscimos da partida, Maguinho e Bruno Henrique subiram para dividir pelo superior. Posteriormente revisão, o pênalti foi marcado para o Flamengo e o desportista do Atlético-GO acabou expulso direto.

Corinthians 0 x 0 Atlético-MG
Louvado: Yuri Elino Ferreira da Cruz
Louvado de Vídeo: Daniel Superior Bins

Aos 30 minutos do primeiro tempo, Fagner dividiu esfera com Zaracho, mas com o pé na profundeza do joelho. Os atletas do Galo reclamaram, mas o perito não foi até o vídeo e o jogador do Corinthians recebeu amarelo;Nos acréscimos do primeiro tempo, Battaglia e Yuri Alberto trombaram em lance de jogo. O desportista da equipe mineira era o último varão, os jogadores do Corinthians pediram cartão e o prateado foi expulso em decisão polêmica pelo segundo amarelo;O perito Yuri Elino foi réu, principalmente no segundo tempo, de não apitar com critério, inverter faltas e picotar o jogo. Em lance na lanço final, Yuri Alberto ficou no gramado pedindo falta. O jogo seguiu para falta do Galo que quase resultou em gol de Scarpa. No mesmo lance, Matheuzinho deixou o campo sangrando e alegando uma cotovelada do zagueiro Jemerson;Posteriormente o silvo final, o técnico António Oliveira, do Corinthians, foi reclamar com Yuri e acabou expulso.

Vasco 2 x 1 Grêmio
Louvado: Flavio Rodrigues de Souza
Louvado de Vídeo: Daiane Muniz

A partida apresentou duas novidades para o torcedor brasiliano: substituição extra por concussão e explicação do perito no microfone para todo o estádio em decisões revisadas pelo VAR;Aos 14 minutos, Rossi caiu na grande dimensão e o perito assinalou pênalti. Posteriormente revisão de vídeo, Flavio Rodrigues voltou detrás na decisão e aplicou amarelo ao atacante do Vasco por simulação;Aos 42 minutos, em lance de ataque do Grêmio, a esfera bateu no braço de Lucas Piton; posteriormente reclamação, a arbitragem revisou no vídeo e assinalou toque fortuito, dando perenidade ao jogo;O VAR entrou em ação novamente aos quatro minutos do segundo tempo, em lance de Rodrigo Ely em cima de Galdames; o pênalti não foi marcado e o jogo seguiu.

Criciúma 1 x 1 Juventude
Louvado: Bruno Pereira Vasconcelos
Louvado de Vídeo: Emerson de Almeida Ferreira

No primeiro tempo, aos 22 minutos, a arbitragem assinalou pênalti em Éder, do Criciúma; posteriormente seis minutos de paralisação, o VAR assinalou impedimento de Kayzer durante a jogada.

Cruzeiro 3 x 2 Botafogo
Louvado: Matheus Ténue Candançan
Louvado de Vídeo: Rodrigo D Alonso Ferreira

Aos 26 minutos da lanço final, Alexander Barboza entrou com carrinho de frente em Matheus Pereira; o lance foi revisado pelo VAR e aplicado o cartão vermelho direto.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios