Futebol

Polícia Civil desmente John Textor, do Botafogo, e diz que o intimou a depor

Foto: Lucas Bayer/Jogada10

John Textor acusa árbitros de receberem propina no futebol brasílio

A Polícia Social do Rio de Janeiro desmentiu John Textor, proprietário do Botafogo. O empresário afirmou na quarta-feira que o prova oferecido às autoridades sobre acusações de manipulações de resultados aconteceu por vontade própria
, mas o órgão disse que intimou o americano a depor.

A Polícia Social informa que o citado (John Textor) foi intimado e prestou prova
. Ele ficou de entregar provas que corroborem as informações prestadas. As investigações estão a incumbência da Delegacia do Consumidor e do Ministério Público, e seguem sob sigilo”, disse a Polícia Social, que ainda não recebeu as provas que o empresário afirma ter.

Textor chegou ao Brasil na quarta-feira, junto com Artur Jorge
, novo treinador botafoguense, e seguiu direto para a Cidade da Polícia
. O empresário perdeu o primeiro tempo da guião alvinegra para o Junior Barranquilla (COL), na estreia da Libertadores. Posteriormente o jogo, porém, ele afirmou que combinou o encontro.

“Hoje (quarta) eu finalmente pude fazer com que os procuradores combinassem minha ida à polícia. Eu fui, comecei o processo, entreguei muitas provas, dei meu prova”, declarou Textor.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: Twitter, Instagram e Facebook
.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios