Futebol

Daniel Alves pode voltar a jogar futebol, mas terá de cumprir determinações

Foto: Reprodução

Daniel Alves terá que se apresentar toda sexta-feira à Justiça

O lateral Daniel Alves foi réprobo a quatro anos e meio de prisão por estupro. O violação aconteceu na Espanha, em dezembro de 2022. Desde logo, aliás, ele não entra em campo. Finalmente, ele pode voltar ao futebol oficialmente? A resposta é sim.

Segundo a professora Carolina Santos, rabi em Recta Internacional pela Universidade de Lisboa, o recta ao trabalho é fundamental na Europa.

“Ele pode trabalhar porque a União Europeia tem o trabalho uma vez que recta fundamental do cidadão. A Espanha tem que satisfazer todas essas diretrizes legais, logo não pode vedar o entrada porque ele não está réprobo num processo transitado em julgado (em última instância)”, disse ao “Mundo”.

No entanto, tem alguns detalhes. Por exemplo: Daniel precisa satisfazer algumas determinações para ter a liberdade provisória, uma vez que se apresentar todas as sextas-feiras à Justiça, além de não poder deixar a Espanha.

“A sentença determina que ele não saia da Espanha. Teoricamente, ele pode treinar o ofício desde que se apresente no tribunal de Barcelona uma vez que foi determinado. Toda sexta ele tem essa obrigação lítico de comparecer em pensamento para mostrar, fazer prova, de que está cumprindo a restrição de liberdade geográfica. Se ele por ventura fosse trabalhar em outro lugar que não fosse Barcelona, mas dentro da Espanha, teria que pedir uma autorização para a Golpe para fazer esse presença em outro lugar”, acrescentou.

Daniel Alves, enfim, não é considerando ainda um ex-jogador, pois não anunciou sua aposentadoria. Ele tem 40 anos e não joga desde 8 de janeiro de 2023, quando era desportista do Pumas. O clube mexicano rompeu o vínculo com Daniel pouco depois da prisão.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: Twitter, Instagram e Facebook
.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios