NOTÍCIAS ESPORTE

“Não vou fugir”, diz Daniel Alves ao pedir liberdade provisória

A resguardo do ex-jogador Daniel Alves voltou a pedir a liberdade provisória do jogador brasílico, sentenciado a quatro anos e meio de prisão por estupro numa boate em Barcelona.

O brasílico disse ao juiz do Tribunal de Justiça da Espanha que não vai fugir se o pedido for aceito.  “Não vou fugir. Confio na Justiça e estarei sempre à sua disposição”, declarou o jogador, de convenção com a prelo da Espanha.

Para facilitar a liberdade provisória, a resguardo do brasílico também sugeriu o pagamento de uma fiança de 50 milénio euros (R$ 273 milénio) e a entrega dos passaportes do jogador.

A resguardo da vítima e a Promotoria, no entanto, alegam que existe o risco de fuga e pedem que Daniel Alves continue cumprindo a pena na prisão.

Proclamação. Rolar para continuar lendo.

O ex-jogador afirmou que vai permanecer na Espanha até que o processo seja finalizado. Ou por outra, ressaltou que Barcelona é o sítio de residência dele. A advogada do desportista também sugeriu a retirada do passaporte dele.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios