Notícias

onze táticas infalíveis para conquistar o poder

FreePik

Secreto – onze táticas infalíveis para ocupar o poder

Primeira prelecção: precisamos identificar grupos que, por qualquer razão, estão na base da pirâmide social. Podem ser pobres, proletários ou imigrantes. Sem incerteza há espaço para pensar fora da caixa. Na próxima período precisamos mapear aqueles grupos que estão em situação melhor. Para finalizar esta primeira lição é importante entender que é preciso convencer o grupo subestimado que a motivo de sua condição precária é única e exclusivamente culpa do grupo avantajado, e que oriente mesmo grupo deve ser convicto que explora o outro. 

Segunda prelecção, é fundamental entender que fatos não são relevantes ao percorrer o caminho ao poder. Portanto, todo e qualquer oferecido estatístico ou estudo científico que não seja lucrativo a motivo deve ser visto porquê manipulação e guerra de desinformação. Qualquer narrativa que nos contradiz deve ser vista porquê ataques das elites que devemos combater. 

Prelecção três, não precisamos necessariamente que a separação de grupos de nós contra eles, lide com minorias. Se é verosímil dividi-los entre oprimidos e opressores é o suficiente. Porquê exemplo, homens e mulheres. O veste que mulheres em países democráticos poderiam formar um partido e lucrar metade dos votos é irrelevante e improdutivo. Se alguém sugerir esta teoria categorize-o porquê machista e lute para cancelá-lo nas redes sociais!

Prelecção quatro, encontre problemas insolúveis na sociedade e construa sua narrativa em volta deles colocando a culpa no grupo opressor. Um exemplo simples é a desigualdade. Você deve estar se perguntando:  quando estivermos no poder também não vamos conseguir resolver os mesmos desafios. Claramente você é imaturo. Culpe as elites de barrarem e lutarem contra  as mudanças que vem modificar o status-quo.

Prelecção cinco, ache culpados externos. Os problemas da Venezuela e Cuba, por exemplo, são de responsabilidade dos Americanos,  já o sofrimento dos palestinos são culpa unicamente da ocupação sionista, nunca por motivo de suas lideranças e escolhas. Obviamente todos os problemas na Alemanha e Áustria na dez de 30 eram por motivo, é evidente, dos judeus. A pobreza na África é, obviamente, resultado dos colonialistas. 

Prelecção seis, mude fatos históricos. A grande depressão nos EUA foi causada pelos empresários e não pelo recém criado banco mediano americano que secou a economia de capital. Aprenda com grandes líderes porquê Stalin e Hitler, o primeiro se colocou porquê relevante na revolução Russa, um sucessor originário de Lenin, e o segundo doutrinou as escolas com a superioridade ariana. Para mais informações, leia sobre o ministério da verdade no livro 1984 de George Orwell. 

Prelecção sete, crie sua imagem de herói vernáculo. Cartazes, literatura e artes foram utilizados para incutir a imagem de Mao porquê um líder heróico e infalível, retratando-o porquê o “Grande Timoneiro” da país. Chávez na Venezuela, Fidel Castro em Cuba e Kim Jong-un na Coreia do Setentrião fizeram suas lições de história e você deve fazer também. 

Prelecção oito, mude o significado das palavras. Oriente é um dos aprendizados mais geniais. Um país democrático que já tem constituição e leis, são desafios enormes para o poder integral. Mas se os significados das palavras mudarem, a tradução das leis existentes também mudam. Por exemplo, a vocábulo genocídio formalizada em seguida a Segunda Guerra Mundial é usada para descrever atos cometidos com a intenção de destruir, totalidade ou parcialmente, um grupo vernáculo, étnico, racial ou religioso – hoje, é interpretado porquê qualquer ato que Israel faz para tutelar seu estado de seus inimigos. 

Prelecção nove, sempre a razão pelas quais os problemas existem é porque o governo não tem domínio suficiente. É pomposo. Quando chegar ao poder, já terá a justificativa para concentrar mais domínio no governo, ou seja, em você. Quando as coisas não derem perceptível, você esclarecerá que precisa aumentar impostos e evidente o tamanho do governo sucessivamente. Quando as empresas começarem a quebrar, você dará subvenção e assim, eles serão seus prisioneiros. 

Prelecção número dez, crie uma urgência apocalíptica. Mudanças climáticas, guerra fria, terrorismo, pandemias, crises economicas. Todas estas são justificativas para violar regras invioláveis e concentrar ainda mais poder no estado. Veja, não estou negando a existência da crise ambiental ou de pandemias, o ponto é alavancá-lo para chegar ao topo, e concentrar ainda mais recursos, aumentar impostos, destruir rivais, tudo, é evidente, em prol da sociedade. Lembre-se, sua moralidade é inquestionável! Só você fará o muito maior mal tiver o poder integral.

Seja o protagonista de uma saga revolucionária, não muito dissemelhante de Robin Hood roubando dos ricos, mas distribuindo para você e seus amigos para se perpetuar no comando, desta vez, talvez com menos círculo e flecha e mais hashtags. Lembre-se de que, para fazer o muito, é fundamental que sua família e de seus aliados estejam seguros financeiramente pelo menos por mais dez gerações. Esta é a décima primeira prelecção do poder. Agora, vá à luta por um mundo melhor: o seu.  

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios