Notícias

Governo Lula atendeu reivindicações do MST em Petrolina, diz ministro

divulgação/MST

Governo Lula atendeu demanda do MST

O ministro do Desenvolvimento Agrário, Paulo Teixeira, anunciou nesta segunda-feira (15) que o impasse envolvendo o MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terreno) foi resolvido em Petrolina (PE), posteriormente o atendimento de suas reivindicações.

A enunciação foi feita durante um evento realizado no Palácio do Planalto, onde o ministro abordou a ocupação do MST em terrenos da Embrapa no município.

De conformidade com Paulo Teixeira, as tapume de 2,4 milénio famílias vinculadas ao MST que ocupavam áreas em Petrolina viram suas demandas atendidas.

A situação envolvendo a Embrapa também foi esclarecida, com a informação de que dois setores destinados a atividades experimentais foram ocupados pelo movimento.

Uma das medidas anunciadas para solucionar a questão foi a destinação de recursos do governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para a Embrapa de Petrolina, visando a produção de sementes destinadas aos agricultores familiares da região.

“Sobre a Embrapa de Petrolina, vamos assinar nesta semana com a Embrapa um conjunto de transferência de recursos, que a gente labareda de TED. Transferir para a Embrapa de Petrolina, para que a Embrapa possa produzir sementes para os agricultores familiares desta região, que é uma das reivindicações”, relatou Teixeira.

Outrossim, o ministro detalhou outras demandas atendidas pelo governo em relação ao MST, uma vez que o assentamento no perímetro irrigado e a rombo de um escritório do Incra em Petrolina.

“Uma segunda reivindicação é o assentamento no perímetro irrigado, também estamos atendendo. E a terceira é sobre rombo de um escritório do Incra em Petrolina, já que Petrolina fica a 600 km [do Recife] e lá tem, realmente, subida demanda de movimentos sociais. Essas três questões já estão equacionadas no contextura do Incra. Assim, entendemos que atendemos [as reivindicações]. E, ao atender a finalidade do protesto, está atendida e resolvida [a reivindicação]”, concluiu.

Quer permanecer por dentro das principais notícias do dia? Clique cá e faça segmento do nosso ducto no WhatsApp

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios