ECONOMIA

‘Não queremos um país que dependa eternamente de Bolsa Família’

Marcelo Camargo/Dependência Brasil – 22/04/2024

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva participa do lançamento do Programa Acredita, em cerimônia no Palácio do Planalto

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) disse não querer que o Brasil seja um país eternamente dependente de programas sociais porquê o Bolsa Família. Na mesma enunciação, feita  nesta segunda-feira (22) durante o lançamento do programa Acredita,
o patrão do Executivo falou sobre o objetivo ser uma “classe média sustentável, que tenha um padrão de vida digno.”

“Nós não queremos um país que eternamente dependa de um Bolsa Família, que eternamente dependa de um Vale-Gás. Enquanto a gente estiver dependendo disso, a sociedade não vai ser de classe média, que esse programa dá um pontapé inimaginável. É colocar moeda na mão do povo”, disse Lula, ao se referir ao objetivo do programa Acredita, que é oferecer crédito aos Microempreendedores Individuais (MEIs).

O presidente aproveitou o exposição para salientar o libido de ter um país com pessoas majoritariamente “classe média sustentável”, onde seja verosímil, jantar e amoçar em restaurantes e ter aproximação a boas escolas e à cultura.

“A gente não quer um país de gente muito rica e de gente muito pobre. Se verosímil, a gente quer um país em que você tenha uma classe média sustentável, que tenha um padrão de vida digno, com escola, com cultura, com salário. Que as pessoas possam ir jantar no final de semana num restaurante, almoçar. Que as pessoas possam fazer uma viagem. É esse país que nós sonhamos”, declarou o patrão do Executivo.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios